54 reales con 90 centavos

em 12x 4 reales con 58 centavos sem juros

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Variação:Única

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Garantia do vendedor: 7 dias

Características principais

Título do livro1922: CENAS DE UM ANO TURBULENTO
Subtítulo do livro1922: CENAS DE UM ANO TURBULENTO
SérieNão aplica
AutorNICK RENNILSON
IdiomaPortuguês
Editora do livroASTRAL CULTURAL
Edição do livro1
Cor da capaBranco
Capa do livroCapa Dura
Volume do livroNão aplica
Tamanho da fontePadrão
Com índiceSim
Ano de publicação2021
MarcaASTRAL CULTURAL

Outras características

  • Quantidade de páginas: 256

  • Altura: 23 cm

  • Largura: 16 cm

  • Peso: 0.5 g

  • Material da capa do livro: Capa Dura

  • Com páginas para colorir: Não

  • Com realidade aumentada: Não

  • Tradutores: não se aplica

  • Gênero do livro: NÃO FICÇÃO

  • Tipo de narração: Conto

  • É kit: Não

Descrição

"Seu ecletismo funcionou de forma brilhante... Uma leitura impressionante e cativante", William Boyd, autor bestseller do The New York Times 1922 foi um ano de grandes turbulências e mudanças. Os acontecimentos daquele período reverberaram por todo o século XX e nos afetam até os dias atuais. O Império Otomano desmorona depois de mais de seis séculos. O Império Britânico alcança sua maior extensão, mas é o fim de seu apogeu. A União Soviética é criada oficialmente, e a Itália de Mussolini se torna o primeiro estado fascista. Nos Estados Unidos, o jovem gângster Al Capone é preso, enquanto a Ku Klux Klan continua sua expansão. A Lei Seca está no auge, e a indústria cinematográfica em Hollywood, ainda que abalada por escândalos, continua a crescer. Um novo meio de comunicação, o rádio, começa a se destacar, e, na GrãBretanha, a BBC é fundada. Na sociedade, já mudada pelos traumas da guerra e da pandemia causada pela gripe espanhola, as morais do passado parecem cada vez mais ultrapassadas. Os "loucos anos 20" são resultado disso, e começa a "Era do Jazz". 1922 também viu a descoberta do túmulo de Tutancâmon, a prisão de Gandhi, a eleição de um novo papa e ainda a breve prisão em Munique de um obscuro demagogo de direita chamado Adolf Hitler. Com um texto vívido, Nick Rennison evoca todo o drama e a diversidade de um ano extraordinário.